Notícias de TI

O começo do fim de uma Internet livre no Brasil?

anonymous_01

Lembra de nosso post Concorrência desleal? Não demorou muito e já conseguiram de alguma forma tributar o Netflix. E não só Netflix a lei aprovada nessa semana também impacta outros serviços. E a Internet vai se tornando cada dia menos livre.

O projeto de lei 366/2013, aprovada pela Câmara, estende a cobrança do ISS a setores ainda não tributados. Abaixo o destaque para alguns trechos da lei que nos permite ter uma ideia do impacto que a lei trará para os usuários, desenvolvedores e startups:

1.03 – Processamento, armazenamento ou hospedagem de dados, textos, imagens, vídeos, páginas eletrônicas, aplicativos, sistemas de informação, entre outros formatos, ou congêneres.

1.04 – Elaboração de programas de computadores, inclusive de jogos eletrônicos, independentemente da arquitetura construtiva da máquina em que o programa será executado, incluindo tablets, smartphones e congêneres.

1.09 – Disponibilização de aplicativos em página eletrônica.

1.10 – Disponibilização de conteúdos de áudio, vídeo, imagem e texto em páginas eletrônicas, exceto no caso de jornais, livros e periódicos.

Para quem ainda está tentando compreender o impacto disso eis alguns exemplos de serviços afetados: (Item 1.03) WordPress, serviços de hospedagem, OneDrive, Dropbox, iCloud, Google Drive, iTunes, Amazon; (Item 1.04) Desenvolvedores e startups de apps; (Item 1.05) Steam, PSN, Xbox Live, Google Play, Windows Store, Apple Store; (Item 1.10) Flickr, Spotify, Netflix, Evernote. Apenas isso…. 

Por enquanto, as postagens aqui no Blog e nossas postagens nas mídias sociais ainda não estarão tributadas. Por enquanto…

Fontes:

http://goo.gl/GACIJ3

https://goo.gl/GxgY2n

Um dia feito de vidro

Se existe algo de bom nos vídeos conceituais é o fato de que eles sempre me deixam com duas sensações:

  1. “Eu quero isso e eu quero agora!” e;
  2. “Por que ninguém nunca pensou nisso antes?”

O vídeo a seguir é um desses exemplos. Ele fala de um futuro (talvez) não muito distante no qual nós iremos interagir todos os dias com diversos tipos e tamanhos de displays de informação feitos de vidro.

Acompanhando um dia inteiro na vida de uma familia podemos ver diversas coisas legais e que estão se tornando padrão:

  • As informações agrupadas de forma centralizada (cloud computing?), exibidas de forma transparente aos usuários, não importa aonde eles estejam;
  • Um alto grau de personalização para os usuários (alguém ai identificou a “Cauda Longa“?);
  • O (já não tão novidade assim) conceito de multi touch elevado à enésima potência;
Claro que o vídeo desperta algumas perguntas:
  • Nos realmente desejamos receber mensagens ininterruptamente, não importa aonde estejamos? (eu não me importo, sério!);
  • A consolidação da computação na nuvem e a digitalização de tudo gera algum risco para nossa segurança? (sim, mas acho que os benefícios superam os malefícios);
De qualquer forma, apreciem o vídeo abaixo que, na data da publicação deste artigo, já conta com mais de 13 milhões de exibições no YouTube.