Como a Tecnologia da Informação pode ser uma aliada no Gerenciamento de Risco Operacional para as Instituições Financeiras

A gestão do Risco Operacional está relacionada ao Novo Acordo de Basiléia II, através do qual as instituições financeiras são incentivadas a criarem uma estrutura que assegure o efetivo gerenciamento dos riscos, com informações mais precisas para a tomada de decisões estratégicas e a redução de possíveis perdas.

A Resolução 3.380 do BACEN atribui aos bancos à responsabilidade de demonstrar aos órgãos reguladores o quanto cada instituição está aderente ao atendimento das regulamentações, relacionando para cada estágio de maturidade em gerenciamento de riscos uma metodologia do cálculo de capital a ser alocado. Assim, quanto mais desenvolvida for a gestão, menor será a porcentagem de alocação de capital para a eventual manutenção das perdas, possibilitando a ampliação de retornos financeiros à organização, devido à liberação de um maior fluxo financeiro para as negociações.

 A gestão de Risco Operacional se complementa em duas principais frentes: a análise qualitativa e a quantitativa. A análise qualitativa está intimamente ligada à visão de Controles Internos e Compliance, pois, através do mapeamento dos riscos de cada atividade, é possível a descrição de um controle preventivo para mitigação da frequência e do impacto desses eventos.

 Outro item qualitativo está em conhecer quanto cada colaborador da instituição está familiarizado com os processos, através do preenchimento de uma auto-avaliação que tem por finalidade reconhecer se há pontos críticos ou a serem melhorados. Esta análise auxilia os gestores na decisão das medidas necessárias para reverter esses casos, como por exemplo, uma maior divulgação de certa norma ou a realização de um treinamento específico para determinado departamento.

 A análise quantitativa é feita por meio de um histórico de ocorrências de perdas que tem por finalidade ser fonte para análises estatísticas, assim como para a geração de relatórios dinâmicos, demonstrando informações relevantes para que ações sejam concretizadas com objetivo de diminuir a frequência/severidade desses eventos de perda.

 A partir desse histórico são feitos todos os cálculos de alocação de capital através dos métodos básicos (BIA), padronizados (ASA) ou avançados (AMA), de acordo com a maturidade de gestão que a instituição se encontra.

 Para garantir todos os requisitos de negócio do Basiléia II é essencial a parceria com a área de Tecnologia da Informação, principalmente com o desenvolvimento dos softwares ERMC (Enterprise Risk Management & Compliance) que possibilitam às instituições extraírem de seus históricos informações gerenciais fundamentais para o sua melhor gestão.

Existem excelentes ferramentas de TI disponíveis hoje no mercado que ajudam as instituições financeiras a tornar o gerenciamento de risco algo intrínseco nos processos diários, aumentando a precisão e visibilidade da informação relativa a riscos e controles. Esses softwares podem identificar situações de fragilidade e apoiar na tomada de decisão para propor soluções em aperfeiçoar o desempenho das atividades reduzindo assim os custos e a complexidade da gestão do risco operacional, pois a mitigação das perdas e dos gastos operacionais é também uma maneira de se ganhar valor para o negócio bancário.

 Por fim, é de se ressaltar que a maturidade na gestão do Risco Operacional pelos bancos não deve ser vista apenas para atender a uma determinação legal, mas também como um ganho competitivo das instituições na otimização de sua gestão, na mitigação de perdas e na ampliação da credibilidade da organização no mercado.

Autoria: Ronaldo Lima Cunha

One comment

  1. Wonderful article, I am a project manager, seeing the growing demand of Scrum in my company I took certificate from Scrumstudy which really increase in my productivity and led to high grow in my career. I will really recommend all those people wondering whether to take scrum or not, go to http://SCRUMstudy.com and you will get answers to your question.

    Gostar

Deixe sua opinião!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s